Capela

Virtual

Rosário, Via Sacra, Terço da Misericórdia, Angelus e Exame de Consciência

Rosário com Santa Teresa de Jesus

Mistérios Gozosos (da Alegria)
(Segunda - feira e sábado)

 1º Mistério
A Anunciação do Anjo a Nossa Senhora (Lc 1, 26-38)

MEDITANDO SOBRE A HUMILDADE
Não pode haver humildade sem amor, nem amor sem humildade. A humildade é que nos trouxe do céu o Senhor às entranhas da Virgem, e graças a ela é que O traremos ás nossas almas. Crede-me, aquela que tiver maior humildade, será a que mais possuirá o Senhor.  (Caminho de Perfeição 16,2)
Convém nos lembrar do que fez a Virgem Nossa Senhora, com toda a sua sabedoria, perguntando ao anjo: Como se fará isso? E quando o anjo lhe disse: O Espírito Santo virá sobre ti; a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra, ela não tratou de mais disputas. Como quem tinha grande fé e sabedoria, percebeu algo que, diante da intervenção dessas duas coisas, nada mais havia para saber ou de que duvidar. Ela não foi como alguns letrados que querem entender a coisa com tanta razão e tão medidas pelo seu intelecto que não parece senão que, com suas letras, eles haverão de compreender todas as grandezas de Deus. Se eles aprendessem um pouco da humildade da Virgem Sacratíssima!  (Conceitos do amor de Deus 6,7)


2º Mistério   œ
A Visitação de Nossa Senhora à Santa Isabel (Lc 1, 39-56)
MEDITANDO SOBRE A DISPONIBILIDADE EM SERVIR
Imagina-te sempre serva de todos, vê Cristo em todos. Terás assim, respeito e reverência por todos. (Avisos 25)
Ó caridade dos que verdadeiramente amam o Senhor e auscultam seu coração! Não tem descanso quando percebem que podem contribuir, ainda que seja um pouquinho, para que Deus seja mais amado! Não haja desconsolo quando a obediência vos ocupar em coisas exteriores. Entendei que, até mesmo na cozinha, entre as panelas, anda o Senhor a ajudar-nos, interior e exteriormente.(Fundações 5, 5.8)

A união com  Deus deve sempre produzir obras e mais obras. É a verdadeira prova de ser graça feita por Deus. Com efeito, pouco adianta estar muito recolhida na solidão, fazendo atos de amor a presença de Deus, se, ao sair, apresentando-se uma ocasião, faço justamente o contrário. (Moradas 4, 6-7)


3º Mistério   œ
O Nascimento de Jesus no presépio de Belém (Lc 2, 2-20)
MEDITANDO A BELEZA DESSE MISTÉRIO
Já que, Deus nos deu o Amor
Não há nada que temer...
Seu Único Filho / O Pai nos envia:
Nasce hoje na lapa, / Da Virgem Maria.
O homem - que alegria! / É Deus!...
Que amor e que brio! / Vem Deus, inocente
A padecer frio;
Deixa o senhorio que tem.
(Poesias 13)


4º Mistério   œ
A Apresentação do Menino Jesus no Templo (Lc 2, 22-38)
MEDITANDO SOBRE A FÉ
O justo Simeão não via do glorioso Menino pobrezinho senão aquilo que  O envolvia e as poucas pessoas que iam com Ele na procissão, sendo mais possível que O julgasse, diante disso, antes filho de pobres do que do Pai celestial; mas o próprio Menino se deu a conhecer (Caminho de Perfeição 31, 2)
Para ver que é Deus este Infante, / Não procures nenhuma razão. / Dá-lhe o coração e a alma enamorada. (Poesias 17)


5º Mistério   œ
O encontro do Menino Jesus no Templo entre os Doutores (Lc 2, 41-50)
MEDITANDO SOBRE A PRESENÇA DE SÃO JOSÉ NO PLANO SALVÍFICO
Não sei como se pode pensar na Rainha doa Anjos, no tempo em que tanta angústia passou com o Menino Jesus, sem se dar graças a São José pela ajuda que lhes prestou. Se a outros santos o senhor parece ter concedido a graça de socorrer numa dada necessidade, a esse Santo glorioso, a minha experiência mostra que Deus permite socorrer em todas, querendo dar a entender, que São José, por ter-lhe sido submisso na terra, na qualidade de pai adotivo, tem no céu todos os seus pedidos atendidos. (Livro da Vida 6, 6)

 

Mistérios Luminosos
(Quinta -  feira)

 1º Mistério   œ
O Batismo de Jesus no Rio Jordão (Mt 3, 13-17)
MEDITANDO A NOSSA FILIAÇÃO DIVINA
A voz que se ouviu no Batismo disse que Vos comprazeis com vosso Filho. E haveremos de ser todos iguais, Senhor? Ó que grandíssima misericórdia, que favor tão imenso que não o podemos merecer! Ó alma minha! Considera o grande deleite e o imenso amor que tem por nós o Pai em conhecer seu Filho, e o Filho em conhecer seu Pai, Bem, como o ardor com que o Espírito Santo se junta a eles. Pensa que nenhuma dessas pessoas pode se apartar, por serem todas uma só e mesma coisa. Essas soberanas pessoas se conhecem, se amam, deleitando-se umas com as outras. Para que serve, pois, o meu amor? Para que o quereis, Deus meu, o que ganhais? Alegra-te, alma minha, porque há quem ame o teu Deus como Ele merece. Alegra-te, pois há quem conheça sua bondade e valor. Dá-lhe graças por Ele nos ter dado na terra quem assim O conhece, como o Seu Filho único que é. Com esse amparo poderás chegar-te a Ele e suplicar-lhe que, como Sua Majestade se deleita contigo, em todas as coisas da terra sejam o bastante para afastar-te do deleitar-se e alegrar-te na grandeza do teu Deus e em como merece ser amado e louvado. (Exclamações da alma de Deus)


2º Mistério   œ
A Revelação de Jesus nas Bodas de Caná (Jo 2, 1-11)
MEDITANDO SOBRE A INTERCESSÃO DE MARIA
Reconhecidamente tenho encontrado essa Virgem soberana sempre que me encomendo a Ela. (Livro da Vida 1, 7)
É costume Seu favorecer os que buscam o Seu amparo. (Fundações 23, 4)
Visto que servis a uma Senhora tal como a Virgem e Ela ora por nós, não vos aflijais por nada, apesar das razões que tiverdes. (Cartas 08/1571)


3º Mistério   œ
O Anúncio do Reino de Deus, um Convite a Conversão (Mt 4, 12-23)
MEDITANDO “VENHA A NÓS O VOSSO REINO”
Como o Vosso Pai faz aquilo que Lhe pedis - dar - nos aqui o seu Reino -, sei que ao Vos deixaremos faltar com a Verdade ao dardes o que dais por nós. Porque, tornada a terra céu, será possível fazer-se em mim a Vossa vontade. (Caminho de Perfeição 32, 2)
A pessoa se sente muito perto de Deus e vê que se entende com Ele por sinais; está no palácio, ao lado do seu Rei, e vê que Ele começa a lhe dar o “seu Reino” aqui na terra. (Caminho de Perfeição 31, 3)


4º Mistério   œ
A Transfiguração de Jesus no Monte Tabor (Lc 9, 28-36)
MEDITANDO A NOSSA TRANSFORMAÇÃO ATRAVÉS DA ORAÇÃO
A pessoa em oração sente-se muito perto de Deus. Está embebida e absorta, com a satisfação e o prazer que a inundam, que ao se lembra da existência de algum outro desejo; de bom grado, diria, com São Pedro: “Senhor, façamos aqui três tendas”.(Caminho de Perfeição 31, 3)
Entende por experiência como o Senhor ajuda e transforma uma alma a ponto de transfigurá-la. Com efeito, a fraqueza que antes sentia para fazer penitência, transformou-se em força; o apego aos parentes, amigos e posses converte-se em peso. A alma tem pena de se ver 
Obrigada àquilo que, para não ir contra Deus, é preciso fazer. Tudo a cansa, porque ela provou que o verdadeiro descanso não pode ser oferecido pelas criaturas. Ó Senhor! Que novos sofrimentos começam para essa alma! Quem diria que tal viesse a acontecer depois de graça tão elevada? Enfim, de uma maneira ou outra, há de existir cruz enquanto vivermos. E eu diria que nunca chegou até aqui aquele que afirma estar sempre em descanso e deleite depois que o fez. Creio que não se tratou senão de algum gosto favorecido pela fraqueza natural, e até talvez pelo demônio, que lhe dá paz para depois lhe mover uma guerra ainda mais renhida. (Livro da Vida/Moradas 2,8)



5º Mistério   œ
A Última Ceia de Jesus com os Apóstolos e a Instituição da Eucaristia (Lc 22, 14-20)
MEDITANDO “O PÃO NOSSO DE CADA DIA”
Tive a impressão de que ser o nosso Pão de cada dia significa que O possuímos na terra e O possuiremos também no Céu, se aproveitarmos bem a Sua companhia, pois Ele não está aqui conosco senão para nos ajudar, para nos sustentar e para nos animar a fazer essa vontade que temos pedido faça-se em nós... E só morreremos de fome por nossa própria culpa, porque, coma como comer desse alimento, a alma achará no Santíssimo Sacramento delícias e consolos. (Caminho de Perfeição 34, 1-2)

 

Mistérios Dolorosos
(Terça e sexta - feira)

 1º Mistério   œ
Oração e Agonia de Jesus no Jardim das Oliveiras (Mt 26, 36-46)
Em todos estes Mistérios a meditação é sobre o Amor de Cristo por nós: “Amou-nos até o fim”.

Eu rezava assim: esforçava-me por representar Cristo dentro de mim, e sentia-se melhor - ao que parece -  nas passagens onde o via mais sozinho. Eu acreditava que, estando só e aflito, Ele haveria de me acolher, sendo eu pessoa necessitada. Eu me sentia muito bem, em especial na oração do Horto, onde Lhe fazia companhia; ficava pensando No suor e na aflição que ele sofrera, desejando, caso fosse possível, enxugar-lhe o suor tão doloroso, mas lembro-me de que nunca ousei fazê-lo, pois vinham à lembrança os meus graves pecados; eu ficava ali, com Ele. Por longos anos, quase todas as noites, antes de dormir, ao me encomendar a Deus para dormir, eu sempre pensava um pouco nessa passagem da oração do Horto, mesmo antes de ser monja, porque me disseram que com isso se obtinham muitos perdões; e tenho para mim que a minha alma muito ganhou com isso, porque comecei a orar sem saber que o fazia, tendo esse costume ficado tão constante que nunca o abandonei. (Livro da Vida 9, 4)


2º Mistério   œ
A Flagelação de Nosso Senhor (Mt 27, 26)
Aconteceu-me de, entrando um dia no oratório, ver certa imagem representando o Cristo coberto de chagas. Era tão impressionante que, só de vê-Lo em tal estado, fiquei muito perturbada. Mostrava ao vivo o que passara por nós. Foi tal o sentimento de ser tão mal agradecida para com aquelas feridas, que se me partira o coração. Supliquei-lhe então que me fortalecesse para nunca mais O ofender.
(Livro da Vida 9, 1)


3º Mistério   œ
A Coroação de Espinhos (Mt 27, 27-31)
Eu tinha uma grande devoção a este mistério da coroação de espinhos. Pensava que grande tormento devia Nosso Senhor suportar.
(Relações 9)
Ó Senhor, quando vejo de quantas maneiras sofrestes sem merecer, que dizer de mim?!... Que importa que as criaturas nos condenem, se a Vossos olhos somos inocentes? Ainda que não houvesse outra vantagem que a da confusão de quem vos acusou injustamente, ao ver como, sem culpa, Vos deixastes condenar, isto já seria grandíssimo bem. (Caminho de Perfeição 15, 5-6)


4º Mistério   œ
Jesus a caminho do Calvário e o encontro com a sua Mãe (Lc 23, 26-32)
Contemplai Nosso Senhor carregando a cruz, sem que os algozes O deixem, pelo menos, respirar à vontade. Ele porá em vós olhos tão belos, compassivos, cheios de lágrimas, e esquecerá suas dores para consolar as vossas. Falai-Lhe então, não com orações preparadas, mas deixando o vosso coração sofrido transbordar, porque orar assim é de grande valor a seus olhos. Se realmente, Senhor, tudo quereis sofrer por mim, de que vale isto que estou sofrendo por Vós? De que posso me queixar? Caminhemos juntos, Senhor! Por toda parte por onde fordes, quero ir também. Onde passardes, quero também passar. (Caminho de Perfeição 26, 5-6)


5º Mistério   œ
A Crucificação e Morte de Jesus (Jo, 19, 17-30)
Ponde os olhos no Crucificado e tudo vos parecerá pouco. Se Sua Majestade nos mostrou o Seu amor com tão espantosas obras e sofrimentos, como quereis contentá-Lo só com palavras? Sabeis o que significado ser de fato espiritual? É fazer-se escravo de Deus, marcado com o Seu selo, o da cruz. Assim nos poderá vender como escravos de todo mundo como Ele próprio foi. Com isso não nos injuria, mas nos concede imensa graça. Já Lhe entregamos toda a nossa liberdade. (Moradas 4, 8 )

 

Mistérios Gloriosos
(Quarta - feira e domingo)


1º Mistério   œ
A Ressurreição de Jesus Cristo (Mt 28, 1-10)
MEDITANDO A ALEGRIA DA VITÓRIA DE CRISTO
Vede-O ressuscitado, pois o simples imaginar que Ele saiu do sepulcro vos alegrará. Com que esplendor, com que formosura, com que majestade, quão vitorioso, quão alegre! Como quem se saiu bem da batalha onde conquistou um reino tão importante, que Ele deseja dar-vos por inteiro, junto Consigo. Assim, será muito que volteis os olhos de vez em quando para Aquele que tanto vos dá? (Caminho de Perfeição 26, 4)


2º Mistério   œ
A Ascensão de Jesus ao Céu (At 1, 6-11)
MEDITANDO SOBRE O CÉU
Oh! Como seria bom falar aqui, da contemplação perfeita! Oh, com quanta razão a alma entraria em si para melhor elevar-se acima de si mesma, para aí escutar desse Santo Filho palavras sobre o lugar onde Ele diz que está o Seu Pai, que é no céu! Afastemo-nos da terra, pois é justo que se tenha em alta conta uma graça como esta, sendo incoerente que, tendo conhecido a sua grandiosidade, permanecêssemos na terra. (Caminho de Perfeição 27, 1)


3º Mistério   œ
A Descida do Espírito Santo sobre Nossa Senhora e os Apóstolos (At 1, 12-14 e 2, 1-4)
MEDITANDO SOBRE A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO
Permanecei entre o Pai e o Filho, e encontrareis, sem dúvida, o Espírito Santo. Que esse Espírito tome conta da vossa vontade, e a prenda o amor tão grande que Ele tem. (Caminho de Perfeição 27, 7)
O Espírito Santo é o mediador entre Deus e a alma. É Ele quem a move com tão ardentes desejos e faz abrasar-se no fogo soberano que está tão perto dela. (Conceitos do amor de Deus 5, 5)


4º Mistério   œ
A Assunção de Nossa Senhora ao Céu em corpo e alma (1Cor 15, 12-23)
Num dia da Assunção da Rainha dos Anjos e Senhora nossa, dignou-se o Senhor, num arrebatamento, fazer-me ver a sua entrada no Céu... Via a alegria e a solenidade com que foi recebida e o lugar onde ela está. Foi grandíssima a exultação do meu espírito, com a visão de tão imensa glória. Senti elevados efeitos e tirei por fruto um desejo maior de sofrer por amor e também vivas ânsias de servir a esta Senhora que tal glória mereceu. (Livro da Vida 39, 26) 


5º Mistério   œ
A Coroação de Nossa Senhora como Rainha do Céu e da Terra (Ap 12, 1-17)
O Grande bem que se goza no Reino dos Céus, entre outros, é a alma encontrar repouso e floria dentro de si mesma, e se rejubila com a alegria de todos. Possui uma paz eterna; experimenta uma satisfação interior sem limites ao ver como todos santificam, louvam e bendizem o Senhor. (Caminho de Perfeição 30, 5)
A Alma que reconhece suas fragilidades se faz devota da Rainha do Céu.
(Livro da Vida 19, 5)

Alma de Cristo - -
00:00 / 00:00
Contato

Telefone:  (21) 2294 - 5048

                  (21) 2450 - 1186
                  (21) 2512 - 5565
                 (32) 3531 - 7162
                 (21) 2642 - 2755
                 (22) 3831 - 2761
                 (86) 3233 - 0518

                 (21) 2644 - 6620

                 (22) 2789 - 5709

              0021351268.625.369

Email: servasdospobres@gmail.com

            irmaflorianamaria@gmail.com

Rua Corcovado, 190, Jardim Botânico

Rio de Janeiro - RJ

Fale Conosco

  • Facebook Social Icon
A ANUNCIAÇÃO DO ANJO A MARIA